Molho de Tomate

Com o descobrimento da América, no final do século 15, os espanhóis trazem para a europa um alimento, até então, desconhecido e que, muitos anos depois, viria a dar o toque final à definitiva receita da pizza: o tomate. Por vários séculos, predominaram as chamadas pizzas brancas. foi só na primeira metade do século 19 que a pizza incorporou o tomate e, diriam alguns, atingiu a perfeição. 

No princípio, o tomate era usado apenas como planta ornamental, porque se acreditava que seus frutos fossem venenosos, chegou à Itália em 1554, justamente pelo porto de Nápoles, lugar onde viria a perder o estigma de veneno e a partir do qual se tornaria muito popular na Itália (ao contrário da França onde era alimento da elite), transformando-se num dos principais ingredientes da culinária mediterrânea. 

Entre a idade média e renascença, a pizza começa definir seu caráter democrático, oscilando entre o uso popular e o gosto aristocrático; entre os banquetes reais e as cantinas dos pobres. À medida que se tornava mais popular, erguiam-se barracas de rua onde eram vendidas, assim como nas padarias. eram consumidas dobradas ao meio, como se fossem um sanduíche, inclusive no café da manhã. 

Normalmente, a massa de pão recebia ingredientes baratos como alho, toucinho, peixes fritos e queijo. quem tinha um pouco mais de dinheiro colocava queijos mais nobres, pedaços de linguiça ou ovos por cima. 

Por volta do século 16, os pães redondos já eram muito parecidos com as pizzas, exceto pelo fato de não se utilizarem tomates. o manjericão já despontava como tempero predileto e a novidade já era apreciada na corte de Nápoles. 

Durante o século 18, as pizzas eram cozidas em fornos a lenha (construídos de tijolos ou pedras vulcânicas) e, durante o dia, vendidas nas ruas e vielas de nápoles por meninos que traziam na cabeça pequenas estufas de estanho para mantê-las aquecidas e atraíam a clientela com seus gritos característicos. este incômodo método de vendas fez, entretanto, ainda mais popular o novo prato. 

É sobretudo entre os séculos 18 e 19 que a pizza impõem-se como o prato preferido do povo napolitano, tornando-se parte integrante da tradição culinária e símbolo da cidade de Nápoles. também, nesse período, o hábito de degustar a pizza no lugar onde ela é feita e não apenas em casa ou nas ruas, começa a se firmar, abrindo caminho para os surgimentos primeiros das pizzarias, que já nasceram com as características físicas que conhecemos hoje.

Comment

Be the first one who leave the comment.

Deixe uma resposta