Cronologia da Pizza

Século 6 a.c. no império Persa, dizia-se que os soldados de Dario , o grande (521-486 a.c.), acostumados com longas marchas, assavam no forno, sobre seus escudos, um tipo de pão fino que cobriam com queijo. 

Século 4 a. c. o historiador grego Heródoto, fala em receitas babilônicas sobre uns produtos parecidos com o que hoje conhecemos como pizza. 

Século 3 a. c. Marcus Porcius cato escreve a primeira história de Roma, em que mencionava uma massa redonda decorada com azeite de oliva, ervas e mel, e assada sobre pedras.  

Século 1 a. c. na Eneida de Virgilio se descreve a legendária origem do povo romano e se fala de uns biscoitos, ou círculos de pão. ó próprio Virgílio registrou a receita do “moretum”, uma massa não fermentada, assada, recheada com vinagre e azeite, coberta com fatias de alho e cebola crua.  

Século 1 a. c. nosso conhecimento da arte culinária romana deriva das escavações de pompéia e do livro de Marcus Gavius Apicius “de re coquinaria”. este livro contém, entre outras, receitas que nos contam a colocação de uma variedade de ingredientes sobre uma base de pão (carne de frango, alho, pimenta, azeite…) todos eles ingredientes da pizza atual.  

Ano 79 a. c. Pompéia é soterrada pelas lavas do vulcão Vesúvio. nas escavações realizadas 

Século 16, que encontraram a cidade quase intacta, foram achadas evidências de um biscoito de farinha que era cozido e amplamente consumido nessa época em pompéia e neopolis, atual nápoles. 

também foram encontradas lojas com blocos de mármores e outros equipamentos para o comércio que se parecem com as pizzarias atuais. o museu nacional de nápoles exibe uma estátua de pompéia que por sua particular postura é chamada “il pizzaiolo”. 

 

Século 6 d. c. os Lombardos, invadem a Itália após a queda do império romano e introduzem o búfalo no sul da península italiana, mais precisamente entre o lazio e a campania. estava lançada a base do futuro queijo mozarela, originalmente elaborado com leite de búfala. 

no ano 1522 o tomate é levado da américa para a europa pelos espanhóis. inicialmente, era tido como venenoso pelos europeus e cultivado apenas para efeitos ornamentais, supostamente por causa de sua conexão com as mandrágoras, variedades de solanáceas usadas em feitiçaria. acredita-se que tenha sido um cozinheiro napolitano, vincenzo corrado, quem, em meados do século 18, pela primeira vez ousou cozinhar e comer o tomate. Os primeiros relatos do seu uso culinário datam do final desse século somente.

Século 19, entretanto, é que ele passou a ser consumido e cultivado em escala cada vez maior, inicialmente na Itália, depois na França e na Espanha.  

Século 17 d. c. a pizza tinha conseguido uma popularidade tão grande que os visitantes se arriscavam pelas áreas mais pobres da cidade para provar este prato típico de nápoles, feito por homens chamados de “pizzaioli“.  

Século 18 d. c. é introduzida na Uuropa, procedente da Índia, o queijo mozarela, elaborado com leite de búfala.

Comment

Be the first one who leave the comment.

Deixe uma resposta